Portal Barão Geraldo

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!

/ Notícias

23.11.2016

Cursinho oferece aula especial gratuita para o Vestibular da Fuvest

No próximo domingo, dia 27, é a vez dos vestibulandos enfrentarem mais uma prova da maratona de Vestibulares, iniciada há duas semanas, a Fuvest. Portanto, para amenizar a pressão, mas sem fugir dos últimos momentos de estudo, o Anglo Tamandaré Campinas oferecerá na sexta-feira, dia 25, às 19h30, uma aula gratuita com o historiador Sidney Aguilar, que teve sua pesquisa retratada no filme “Menino 23”. O documentário está na disputa, por uma indicação, ao Oscar de Melhor Documentário de Longa-Metragem, no Oscar 2017.

O evento fará a exibição do filme e depois contará com a participação de Aguilar, que conversará com os alunos sobre o documentário e o contexto histórico em que os fatos narrados se deram.

Segundo Marcelo Pavani, diretor do cursinho, o Vestibular da Fuvest, na prova de história, cobra em todos os anos questões sobre o período histórico retratado no documentário, tanto em questões de história do Brasil (Era Vargas, Revolução de 30, Estado Novo) como de história geral (nazi-fascismo, Segunda Guerra Mundial, etc). “Além de trazer novamente à discussão um assunto que é tema constante de questões de vestibular, o formato dessa aula a transforma num momento de relaxamento, de desligamento da rotina de leitura e exercícios nesses dias que antecedem uma prova tão importante, sem que o aluno pare de estudar”, comenta Pavani.

O evento acontece no Anglo Tamandaré Campinas, na Rua Maria Monteiro, nº 1.016, no Cambuí. Os interessados podem fazer suas inscrições pelo telefone (19) 3252.8082.

Sobre o filme “Menino 23”

A partir da descoberta de tijolos marcados com suásticas nazistas em uma fazenda no interior de São Paulo, o filme acompanha a investigação do historiador Sidney Aguilar e a descoberta de um fato assustador: durante os anos 1930, cinquenta meninos negros e mulatos foram levados de um orfanato no Rio de Janeiro para a fazenda onde os tijolos foram encontrados. Lá, passaram a ser identificados por números e foram submetidos ao trabalho escravo por uma família que fazia parte da elite política e econômica do país, e que não escondia sua simpatia pelo ideário nazista. Aos 83 anos, dois sobreviventes dessa tragédia brasileira, Aloísio Silva (o “menino 23”) e Argemiro Santos, assim como a família de José Alves de Almeida (o “Dois”), revelam suas histórias pela primeira vez.

Serviço:

Aula especial para a Fuvest
Exibição do filme “Menino 23” e bate-papo com o historiador Sidney Aguilar

Data: 25 de novembro, sexta-feira
Horário: 19h30
Local: Anglo Tamandaré Campinas
Endereço: Rua Maria Monteiro, 1.016 – Cambuí, Campinas (SP)
Inscrições prévias: (19) 3252.8082

Evento gratuito e aberto ao público

/ Comentários

Não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário!

Para comentar esta notícia, você deve estar logado.

Caso já seja cadastrado, efetue seu login nos campos ao lado, ou clique no botão abaixo para se cadastrar!

Clique aqui para se cadastrar

Informe seu e-mail e senha nos campos abaixo para efetuar o login.

Esqueceu a senha? Clique aqui!

Portal Barão Geraldo
O Portal Barão Geraldo não se responsabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes.
(área do anunciante)