Portal Barão Geraldo

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!

/ Notícias

13.06.2016

O Serviço de Cirurgia Vídeolaparoscópica Digestiva do Hospital Centro Médico de Campinas comemora 25 anos

Desde 1991, o Serviço de Cirurgia Digestiva do Hospital Centro Médico de Campinas realiza os mais diversos procedimentos do aparelho digestivo através da vídeolaparoscopia, sendo pioneiro em Campinas e região no tratamento cirúrgico da obesidade mórbida através dessa técnica (1999). 
 
Nesse contexto e para comemorar os 25 anos de atuação do Serviço, a equipe formada pelos médicos: André Brandalise, Claudia Lorenzetti, Nelson Brandalise e Nilton Aranha, participou de diversas sessões do mais importante Congresso Brasileiro de Cirurgia Videolaparoscópica realizado no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, entre os dias 11 e 14 de maio.   

Segundo o fundador do respectivo Serviço do Centro Médico, Nelson Brandalise, a convite dos organizadores do evento, os médicos da equipe atuaram como coordenadores dos debates, também como debatedores de outras cirurgias ao vivo, além de palestrarem sobre técnicas atuais para solucionar casos graves de hérnia de hiato recidivadas.

A hérnia de hiato, doença muito comum nos dias de hoje, se dá quando o estômago começa a subir em direção ao peito (mediastino) e permite que o ácido volte para o esôfago, provocando azia e refluxo de líquido ou alimentos. A doença progride com os anos e, sobretudo com o ganho de peso, trazendo desconforto significativo aos pacientes. Quando não diagnosticada ou tratada de forma adequada, pode trazer graves consequências ao longo do tempo. Em determinadas situações, a migração do estômago é tão grande através do músculo da respiração (diafragma) que fica muito difícil fechar o defeito herniário (buraco no músculo).

A equipe de cirurgiões do Hospital Centro Médico de Campinas tem se dedicado a este tema já há várias décadas e com propostas distintas para tratamento. Entre as alternativas está a colocação de uma prótese de reforço no local do defeito herniário, para que o buraco no diafragma não volte a se abrir obrigando a nova cirurgia por recidiva da doença (fato até então muito comum na técnica convencional).

“Esta prótese é de aplicação um tanto polêmica na comunidade médica internacional devido aos riscos que pode representar para o paciente. Entretanto nosso grupo criou há mais de 15 anos um método de preparo, bem como uma forma de colocá-la muito especial e que agora com mais de cem pacientes operados e acompanhados ao longo de muitos anos, pôde ser comprovada, por meio de tese de doutoramento apresentada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), como segura e eficiente para este grupo de pacientes”, explica o médico Nilton Aranha. Segundo ele, o procedimento exige rigorosos cuidados técnicos, sendo que a técnica deve ser utilizada apenas por especialistas.

“Mas, para um problema da tamanha dimensão, a solução não poderia ser melhor até o presente momento. Nossa técnica tem demonstrado que é muito segura e de ótimos resultados para a grande maioria dos pacientes e, com duração de longo prazo”, comemora Nilton Aranha.
 
Segundo Nelson Brandalise, os quatro médicos do Centro Médico realizaram também durante o evento uma cirurgia ao vivo, transmitida diretamente para o anfiteatro principal do Congresso, que pôde fortalecer ainda mais o nome da instituição. “Todas as apresentações foram muito elogiadas e o Serviço de Cirurgia Vídeolaparoscópica Digestiva do Centro Médico de Campinas reconhecido com excelência no tratamento de doenças complexas do refluxo gastro-esofágico”, finaliza o médico.


Fonte: Assessoria de Imprensa

/ Comentários

Não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário!

Para comentar esta notícia, você deve estar logado.

Caso já seja cadastrado, efetue seu login nos campos ao lado, ou clique no botão abaixo para se cadastrar!

Clique aqui para se cadastrar

Informe seu e-mail e senha nos campos abaixo para efetuar o login.

Esqueceu a senha? Clique aqui!

Portal Barão Geraldo
O Portal Barão Geraldo não se responsabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes.
(área do anunciante)