Portal Barão Geraldo

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!

/ Notícias

17.03.2016

Um pequeno grupo fez protesto no centro de Campinas

/assets/images/uploads/galeria/639-protesto_campinas3.jpg

A nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil e a divulgação da conversa dele com a presidente Dilma Rousseff (PT) levaram manifestantes para as ruas do Centro de Campinas na noite desta quarta-feira. O protesto foi companhados de panelaço, apitaço e buzinaço em várias partes da cidade.


O protesto começou com 150 manifestantes por volta das 21 horas. Eles bloquearam o cruzamento da Avenida Francisco Glicério com a Rua General Osório, parte com faixas e bandeiras, enquanto um pequeno grupo se mobilizava ao pé da escadaria da Prefeitura, na Avenida Anchieta, com direito a panelaço. 


O protesto organizado pelo Movimento Vem Pra Rua começou às 19h30, com concentração no Largo do Rosário. "Quando foi meio-dia e meia, começou uma mobilização na internet para greve geral por conta da posse do Lula como ministro na segunda-feira, mas quando foi 18h vazou o áudio, daí decidimos vir para a rua" , comenta um dos líderes do Movimento, Eduardo Santoro.


O grupo reunido em frente ao Paço Municipal teve incentivo do produtor musical Luís Granja Venturin, 36 anos, que nunca havia 

/assets/images/uploads/galeria/855-protesto_campinas1.jpg

participado de outras manifestações. "Acho um absurdo ouvir o Lula com essa arrogância e prepotência, achando que é o dono do Brasil. O Brasil não é do PT, nem do Lula. O Brasil é nosso" , reclamou.


Por volta das 22h, o número de manifestantes já tinha aumentando, somando cerca de 600 pessoas, segundo estimativa da PM, que saíram em passeata pela Rua Conceição até o Centro de Convivência.


A Polícia Militar, Guarda Municipal e Emdec acompanham o protesto, que foi encerrado por volta das 23h depois que os manifestantes cantaram o hino nacional. Nenhum tumulto foi registrado durante o movimento, mas a presença do grupo "Campinas é Intervenção", que afirma defender a intervenção civil executada pelas Forças Armadas, foi rechaçada com gritos por democracia.


O encerramento da passeata aconteceu por volta das 23h, com promessa de novos atos diários sempre com concentração no Largo do Rosário, às 19h. Os manifestantes cantaram o hino nacional e deram uma salva de palmas no enceramento.

/assets/images/uploads/galeria/127-protesto_campinas2.jpg

/assets/images/uploads/galeria/817-protesto_campinas.jpg

Fonte: www.plaga.com.br

/ Comentários

Não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário!

Para comentar esta notícia, você deve estar logado.

Caso já seja cadastrado, efetue seu login nos campos ao lado, ou clique no botão abaixo para se cadastrar!

Clique aqui para se cadastrar

Informe seu e-mail e senha nos campos abaixo para efetuar o login.

Esqueceu a senha? Clique aqui!

Portal Barão Geraldo
O Portal Barão Geraldo não se responsabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes.
(área do anunciante)