Unidade 2 MidSocial

Portal Barão Geraldo

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!

/ A Região

Barão Geraldo: diversidades em um só lugar

Por Letícia Zuppi – jornalista (MTB: 35738/SP) - www.emdestaqueonline.blogspot.com
Texto separado em 6 artigos pela equipe Portal Barão Geraldo

Pode-se dizer que o distrito de Barão Geraldo é um lugar tranqüilo e movimentado, grande e pequeno, simples e sofisticado. Na área há muitos e diferentes bairros, espaço para história, arte, cultura e até mesmo para o maior remanescente de Mata Atlântica de Campinas. Barão Geraldo, em contínua expansão, atrai cada vez mais pessoas de todos os lugares. Seja para moradores ou visitantes, o distrito tem muito a oferecer.
 
Mas, afinal, quem terá sido o barão que dá nome ao distrito de Barão Geraldo? Filho do Dr. Estevão Ribeiro de Resende (Marquês de Valença) e D. Ilídia Mafalda de Sousa Resende (Marquesa de Valença), Geraldo Ribeiro de Sousa Resende nasceu em 19 de abril de 1846, no Rio de Janeiro. Quando ainda era jovem veio para Campinas com a finalidade de se dedicar à agricultura na Fazenda Santa Genebra, que pertencera a seu pai e avô materno.

Geraldo se dedicou à vida política e foi chefe do Partido Conservador em Campinas, vereador e deputado. Recebeu ainda os títulos de Comendador e de “Barão de Iporanga”, dado por D. Pedro II. Em seguida, o próprio Geraldo Resende optou por alterá-lo para “Barão Geraldo de Resende”.

Geraldo Ribeiro de Sousa Resende casou-se em 20 de junho de 1876, aos 30 anos de idade, com sua prima, D. Maria Amélia Barbosa de Oliveira de Sousa Resende. Maria era filha do Dr. Albino José Barbosa de Oliveira, que foi proprietário da Fazenda Rio das Pedras. Nascida no Rio de Janeiro em 10 de fevereiro de 1853, a Baronesa Geraldo de Resende faleceu em 16 de julho de 1902, em Campinas, aos 49 anos.

O Barão Geraldo de Resende era considerado um homem de visão, que conseguiu transformar a Fazenda Santa Genebra em um dos mais significativos centros agrícolas do Estado de São Paulo. Lá eram utilizados métodos modernos na cultura do café, algodão e na criação de gado.

Após a proclamação da república, Geraldo afastou-se da política e passou a dedicar-se à agricultura em sua fazenda, onde cultivava diversos tipos de plantios. Muito conhecido por seu caráter humanitário, o barão faleceu, subitamente, no dia 01 de outubro de 1907, aos 61 anos.

Leia mais:

Fontes: Biblioteca Municipal de Campinas - Monografia Histórica do Município de Campinas e jornais “Diário do Povo”, “Correio Popular” e “O Estado de S. Paulo”.

Portal Barão Geraldo
O Portal Barão Geraldo não se responsabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes.
(área do anunciante)